Saúde da Mulher: Mitos e Verdades sobre o período menstrual

Citação

Quem já teve o (des)prazer da minha convivência durante uma TPM daquelas brabas sabe a lady que me transformo! É uma Mãetamorfose as avessas, uma transformação pro lado avesso meeeesmo. A “minha simpatia” toda muitas vezes continua também durante o período menstrual, naqueles dias que só a gente sabe. Por mais que o período menstrual seja um assunto bem presente na vida da maioria das mulheres, muitos mitos ainda rondam o conhecimento popular sobre o tema. Por exemplo:
* Durante a menstruação não há gravidez – MITO- Na teoria, não é possível, já que menstruação é a “descamação” do endométrio, camada que é preparada para receber a gestação. Porém, o corpo não é uma máquina exata, por isso é sempre bom tomar medidas preventivas para evitar o risco.
* Mulheres com muita convivência menstruam simultaneamente – MITO- Essa é clássica! Cada pessoa tem o seu corpo, com manifestações totalmente individuais, portanto o período menstrual não tem relação alguma com o de outras mulheres.
* As relações sexuais são mais prazerosas durante a menstruação MITO – O período de maior desejo sexual é justamente o de ovulação que corresponde aproximadamente ao 14° dia do ciclo menstrual. Acreditamos que muitas mulheres têm a sensação de mais prazer justamente por ficarem despreocupadas com o risco de engravidar.
* É errado fazer exercícios físicos durante a menstruação. MITO – Exercícios físicos são essenciais para manter a qualidade de vida, e no período menstrual eles ajudam a controlar a dor das cólicas devido à liberação de hormônios de prazer como endorfinas.
* Mulheres virgens não podem usar absorventes internos. MITO – O hímen tem até 2,5 cm de abertura na puberdade e o absorvente interno até 1,9 cm.
* Ter relações sexuais menstruada aumenta risco de contrair DSTs- MITO -A realidade é que, menstruada ou não, fazer sexo sem proteção adequada aumenta o risco de contrair qualquer doença sexualmente transmissível.
E ai? Alguém acreditava em alguma dessas sabedorias populares?
Fonte: Dr. Gilberto Nagahama, ginecologista do Hospital San Paolo (SP)
Siga nossa Fanpage: /maetamorfose 
Siga nosso Instagram: @maetamorfose

Programinha amigo no final de semana

Sexta feira é dia de programar o final de semana com os pequenos, uhuuu!! Pra não perder o costume olha aí algumas dicas do que vai rolar na cidade.
Lançamento do Livro Um Baú de Surpresas
O lançamento do livro infantil Um Baú de Surpresas será sábado (24/09), as 10h30, na Zepelim Brinquedos Educativos, com contação de histórias comandada pela própria autora, Mariane Bigio, e com uma oficina de peteca.
A obra é o quarto livro infantil de Mariane, que também é contadora de histórias e radialista. O Baú de Surpresas, pela Editora IMEPH (CE), além de explorar as rimas em cordel, traz o patrimônio material e imaterial relativo ao brincar como mote da trama. As crianças são apresentadas à brinquedos e brincadeiras populares, que permeiam gerações. Mariane participou da Bienal do Livro de SP com Um Baú de Surpresas e agora apresenta o título ao público recifense no dia 24 de setembro, na Zepelim Brinquedos, que fica na Rua da Hora, 467, no Espinheiro. A história será apresentada pelo Cordel Animado, projeto de Mariane com sua irmã musicista Milla Bigio, e em seguida as crianças participam de uma oficina de petecas com a jornalista e designer Cláudia Bettini, idealizadora do site Corujices.com.
SERVIÇO
Data: Sábado, 24/09/16
Local: Zepelim Brinquedos, Rua da Hora, 497, Espinheiro, Recife
Horário: 10h30
Evento Gratuito
Valor do Livro: R$28,00
 
Peça “Vento forte para água e sabão”

“Vento forte para água e sabão” em tempos de despedida do Teatro Barreto Júnior, onde esteve em cartaz desde o dia 20 de agosto. O musical da Cia Fiandeiros de Teatro, o oitavo espetáculo do grupo e o segundo voltado ao público da infância e juventude, tem direção de André Filho e texto assinado por Giordano Castro e Amanda Torres. A peça ficará em cartaz até este sábado (24) e domingo (25), às 16h30. Os ingressos custam R$ 20 e R$ 10 (meia).

O roteiro narra a história de amizade entre uma bolha de sabão chamada Bolonhesa e Arlindo, uma rajada de vento. Sabendo dos riscos que corre por ser uma bolha, Bolonhesa já havia decidido ficar parada no seu cantinho, afinal tinha medo de se arriscar a conhecer o mundo. Até se encontrar com Arlindo que, com muita diversão e cumplicidade, ajuda a bolhinha a viver uma divertida aventura, descobrindo as coisas lindas espalhadas pelo mundo e dando sentido a sua essência. Questões como vida e morte são abordadas através da metáfora da bolha de sabão, cuja própria existência é extremamente rápida e passageira. 
SERVIÇO:
Data: 
24 e 25 de setembro às 16h30

Local: Teatro Barreto Júnior – Rua Estudante Jeremias Bastos, Pina.


Informações: 81. 4141-2431 e 3355-6398
Capacidade: 400 pessoas

Ingressos: 
R$ 20 e R$ 10 (meia-entrada). 
A bilheteria do teatro será aberta uma hora antes de cada sessão
Os ingressos também estão à venda pelo site eventick
 
Bobociclismo com os Palhaços da Alegria
Os palhaços da associação Doutores da Alegria, que atuam duas vezes por semana em quatro hospitais do Recife, vão passear de bicicleta pelas ruas da capital pernambucana neste domingo (25). O 3º Bobociclismo comemora os 13 anos de atuação da instituição na cidade e o Dia Estadual dos Doutores da Alegria, estabelecido pela Assembleia Legislativa de Pernambuco desde 2013. A concentração será às 8h30, na Praça Oswaldo Cruz, no bairro da Boa Vista; a saída está marcada para 9h30, depois de uma rápida sessão de “alongamento de palhaços”.
Este ano, o Bobociclismo vai realizar o “Circuito da poesia”, passando por seis estátuas de poetas e músicos: João Cabral de Melo Neto, Capiba, Luiz Gonzaga, Chico Science, Ascenso Ferreira e Clarice Lispector. “Existe uma relação muito próxima entre a arte do palhaço e a poesia. Entendemos que palhaço não é só gargalhada, mas o encontro com o lúdico, a mesma raiz da poesia. Tanto o palhaço quanto o poeta reinventam o mundo”, explica Arilson Lopes, coordenador artístico da unidade Recife da ONG Doutores da Alegria, conhecido nos hospitais como Dr. Ado.
O retorno à Praça Oswaldo Cruz está previsto para 11h. “Vamos reverenciar a memória e a obra de poetas e artistas muito importantes para a nossa formação. É uma forma também de apresentar esses nomes às crianças”, complementa Arilson Lopes. Na chegada, os bobociclistas serão recebidos pelo Som na Rural, do produtor cultural Roger de Renor, com pocket show do Trio Brazucada.
A participação no Bobociclismo é gratuita, não é preciso fazer inscrição. As bicicletas dos palhaços estarão devidamente enfeitadas para a ocasião; e a organização do evento estimula que todos os ciclistas também entrem na brincadeira. “Vamos colorir as bicicletas, usar os equipamentos de segurança e circular com muita alegria por nossa cidade”, convida a coordenadora administrativa da associação Doutores da Alegria, Nice Vasconcelos.
SERVIÇO
3º Bobociclismo – Passeio ciclístico dos Doutores da Alegria
Data: : 25 de setembro (domingo), com concentração às 8h30 e saída às 9h30
Local: Saída e chegada – Praça Oswaldo Cruz, Boa Vista
 Evento Gratuito
Informações: (81) 3466-2373
 
Domingo de frevo para a criançada
Vai rolar frevo pra criançada, este domingo (25), na Praça do Arsenal. A Orquestra Arruando, com seus 18 músicos, três cantores e dez passistas, promove uma Roda de Frevo para a meninada dentro do show que realiza, das 16h às 18h, com acesso gratuito. As bailarinas Karina Dias e Duda Ramos comandam a brincadeira, quando serão ensinados os principais passos do ritmo. Todos os pequenos foliões ganharão uma sombrinha – serão cem acessórios distribuídos a quem se arriscar a cair na dança.

SERVIÇO

Roda de Frevo com a Orquestra Arruando
Data: 
Dia 25 de setembro (domingo), das 16h às 18h

Local: Praça do Arsenal – Bairro do Recife

Acesso gratuito

 
Siga nossa Fanpage: /maetamorfose 
Siga nosso Instagram: @maetamorfose
 

 

Acidente Doméstico com crianças: O Armário e o Susto.

Ontem a noite, ainda do trabalho, recebi uma ligação de Didi – nossa amada funcionária – MUITO nervosa. O Teor da comunicação foi esta: – Dona Bruna, a senhora tem que vir pra casa! O armário caiu por cima de Dorinha! Venha, Dona Bruna, por favor, VENHA! Me segurei para responde-la com “calma”, tentando não piorar a situação que eu já havia percebido que não era boa, dando orientações de como conduzir aquele momento. Não movê-la sob hipótese alguma, colocar gelo na região que tinha levado a pancada e ao mesmo tempo perguntando coisas do tipo: “Ela está se movendo? Ela está acordada?”… Só que como precisávamos socorre-la para saber o que o trauma havia ocasionado, não prolonguei muito a conversa, não respirei, peguei minhas coisas (as que deram) e me direcionando pra saída da empresa pedi pro meu irmão – que trabalha comigo – ligar pra minha cunhada pra ir lá em casa o mais rápido. Nossa família tem uma vantagem das boas, todos moram no mesmo prédio. Já meu trabalho é cerca de 40 minutos da minha casa, então, era essencial que alguém com carro pudesse chegar antes mesmo de mim pra leva-las pro hospital o mais rápido possível.
Minha cunhada prontamente chegou, Isa já estava na minha cama – ela tinha tentado se levantar e andar, o que é um ótimo sinal – Ela avaliou a situação e me ligou tranquilizando que aparentemente não era nada grave. Neste momento, eu – dirigindo como uma louca e já imaginando mil (péssimas) coisas – respirei profundamente pela primeira vez em 15 longos minutos. Parecia que um banho tranquilizador tivesse me possuído naquele momento, e eu pensei: “Meu Deus, obrigada! Minha filha tá viva, tá bem!”
Antes de nos encontrarmos no hospital, recebi ligações da minha família, alguns amigos, e como um nada bom telefone sem fio teve um curto circuito na conversa. “Isa havia desmaiado”. Se eu não tivesse falado com minha cunhada antes de falar com eles teria, tranquilamente, infartado. Nessas horas o smatphone salva. Já havia recebido fotos diretamente do local do ocorrido. E percebido que, apesar de feio, o negocio provavelmente não tava grave mesmo! Chegando no hospital, as avistei ainda do carro. Meu coração batia tão rápido. Ainda estava me recompondo do susto inicial. Após todos os exames realizados, mais de 3 horas no hospital: Todos os resultados estavam bons! Miúda em perfeito estado! Quer dizer, quase. A pancada foi das grandes! Vai ficar dolorida por algum tempo. Mas vocês acreditam que, além de Deus e seus anjinhos da guarda terem trabalhado lindamente no fato, ela deu uma de ninja após a trela? Ela conseguiu ficar entre as estantes do armário no momento da queda. Salvando-se de algo que poderia ter sido bem pior! O armário é alto, pesado e tava cheio de “bregueços”. Não era chumbado na parede (erro da mamãe aqui). E hoje pela manhã, este está devidamente fora das nossas vistas, até que fim! “Mãe, quando eu acordar amanhã, não quero ver esse armário aqui!” Ela disse pra mim. Ordem dada, cumprida e sem mandingas.
Algumas lições reafirmadas:
Tá com aquela pendencia de segurança nada-pública do seu rebento por fazer: armário por chumbar, tapete anti derrapante por comprar, vidro pra tirar, quina pra proteger, e perigo pra arrumar… Faça! Faça agora. Faça hoje. Não espere, como eu, acontecer.
Siga nossa Fanpage: /maetamorfose 
Siga nosso Instagram: @maetamorfose

Programação Cultural gratuita para crianças

E quem disse que meio da semana não é dia de programação para as crianças?! Ainda mais quando se trata de um programinha amigo cheio de cultura e bem local! Então para quem tem um tempinho livre, o Museu da Cidade do Recife participa de 20 e 25 de setembro da 10ª Primavera dos Museus, evento nacional e anual que acontece no início da estação homônima, promovendo uma série de atividades voltadas para a criançada a partir dos 7 anos e a família.
Confere aí abaixo o dia a dia desse evento super interessante!
PROGRAMAÇÃO:
TERÇA-FEIRA (20)
- Das 10h às 12h – exibição de vídeos do período do desenvolvimento da produção da cultura do açúcar no Brasil.
- Das 14h às 16h – visita teatralizada “Adocicando”
- Das 9h às 17h – visitação Doc(e) Recife
A programação gratuita começa na terça-feira (20), ­a partir das 10h, com exibição de vídeos, filmes educativos e representativos do período do desenvolvimento da produção da cultura do açúcar no Brasil. A projeção vai até às 12h. Haverá nova sessão no sábado (24), das­ 11h às 12h.
No mesmo dia, das 14h às 16h, será realizada a ação educativa Adocicando, uma visita teatralizada a partir de personagens da cultura do açúcar, com reapresentação na sexta-feira (23), das 14h às 16h. As crianças também vão conhecer a história de doces famosos de antigamente do período, como o nego bom.
QUARTA-FEIRA (21)
Das 15h às 16h – Oficina Cartonera Cinco Pontas.
Na quarta-feira (21), das 15h às 16h, será ministrada a oficina Cartonera Cinco Pontas. A atividade tem como objetivo incentivar a produção de livros manuais e sensibilizar a população sobre a reutilização de materiais recicláveis. Serão produzidas capas de livros a partir do uso de papelão e tinta – material cedido pelo museu. Os interessados em participar da aula, com limite de 30 pessoas, podem fazer o pré-agendamento através do e-mail educativomcr@gmail.com.
QUINTA-FEIRA (22)
Das ­10h às 10h30 – contação de história Doce Baú
- 19h – Abertura da exposição Autos retratos
- Das 9h às 17h – visitação Doc(e) Recife
Na quinta-feira (22), das ­10h às 10h30, acontece a contação de história Doce Baú, narração de episódios da história pernambucana teatralizada a partir de elementos da cultura do açúcar. Haverá reapresentação na sexta-feira (23), das 11h às 11h30.
 SEXTA-FEIRA (23)
- Das 14h às 16h – visita teatralizada “Adocicando”
- Das ­11h às 11h30 – contação de história Doce Baú
- Das 9h às 17h – visitação Doc(e) Recife
SÁBADO (24)
- Das 11h às 12h – exibição de vídeos do período do desenvolvimento da produção da cultura do açúcar no Brasil.
- Das 9h às 17h – visitação Doc(e) Recife
 DOMINGO (25)
Das 9h às 17h – visitação Doc(e) Recife
SERVIÇO
10a Primavera dos Museus
Onde: Museu da Cidade do Recife (Forte das Cinco Pontas, Bairro de São José)
Quando: De 20 a 25 de setembro
Quanto: Acesso gratuito
Informações e pré-agendamento: educativomcr@gmail.com
(81) 3355­-9540 / 3355­-9558
 
Siga nossa Fanpage: /maetamorfose 
Siga nosso Instagram: @maetamorfose