Mãetamorfose em Palavras

A mãe que eu imaginava que seria

3 nov de 2016 comentários

ncf_0527

A mãe que eu imaginava que seria

Não daria chupeta;

Não daria leite artificial até 1 ano;

Não daria papinha industrializada;

A mãe que eu imaginava que seria

Não levaria o bebê pra dormir na cama;

Não entregaria o bebê pra dormir mais um pouco;

Não colocaria galinha pintadinha no celular.

A mãe que eu imaginava que seria

Não levaria o bebê pequeno para ambientes fechados;

Não deixaria dar escândalos em público;

Não levaria a babá pra todo canto.

A mãe que eu imaginava que seria

Não viajaria sem o bebê;

Não deixaria de dar atenção ao marido ou amigas;

Não sentiria saudades tb da vida sem o bebê.

A mãe que imaginava que seria simplesmente não existe em mim. .
Quando gestamos, não apenas criamos expectativas de como será o bebê, mas também de como seremos nós mesmas. .

Ideais, atitudes e conceitos não deixarão de existir. Tenha em mente oq vc acredita ser o melhor para o seu filho. Mas, se de repente vc se ver em uma situação que nunca imaginou, não se assuste.

Sabe porque? Certas atitudes não dependem só de você. Mas da situação em si vivida ou de como se comporta seu filho. .

Ou simplesmente pq vc mudou de ideia. Se permita isso, sem peso. Reinvente – se, reformule – se, sem medo. Afinal a maternidade tem dessas transformações certo?