Mãetamorfose Indica

Aleitamento Materno, não tem mistério?

26 abr de 2011 comentários
Ainda colhendo frutos do nosso Platz Encontro, tive o prazer de conhecer pessoalmente Marcela Natal, enfermeira e consultora de aleitamento, que se propôs a escrever para as futuras mamães e apresentar o seu trabalho no Mãetamorfose!
Como eu mesma corri para um banco de leite quando tive  a Princesa em busca de mais informações sobre aleitamento materno, imagino que muitas mães passam pelo mesmo perrengue! Então, achei por bem divulgar o trabalho dela que se torna quase uma terapia de pós-parto. Nessa fase a gente está “só a graça”, né?

O texto abaixo e as imagens são da própria Marcela, tá?

“Toda mulher em algum momento da sua vida já quis, teve ou terá desejo de engravidar. Muitas são as transformações ocorridas com a mulher durante esse período.
FOTO 1
Depois de toda expectativa da gravidez vem o nascimento do bebê e logo surgem os primeiros passos a serem seguidos: a adaptação dos horários MÃE x BEBÊ, a nova rotina da casa e talvez a mais difícil, nos primeiros dias, as jornadas da amamentação.
 FOTO 2
É sabido que amamentar exclusivamente por seis meses e complementarmente até dois anos ou mais traz muitas vantagens para a criança, mãe e a família. Essa prática, para o bebê, previne diarreia e infecções respiratórias agudas, diminui a chance de óbito neonatal, protege contra alergias, e para a mãe, diminui o risco de câncer de mama, colabora com a rápida perda de peso materna e promove o vínculo afetivo entre mãe e filho, além de outros benefícios.
FOTO 3
Mas apesar de tantos pontos positivos nem tudo são flores, amamentar não é tão fácil como se fala!!! Não é só colocar o bebê no peito e pronto!!
Muitas são as complicações que podem ocorrer durante o processo da amamentação. Não existe um único fator que traga a resposta imediata para essas intercorrências. A falta da prática (no caso das mães de primeira viagem), fatores culturais, dificuldades anatômicas com a mama e o tempo que o leite leva para de fato chegar em maior quantidade são algumas das principais causas que podem contribuir para a interrupção da lactação e mudança da dieta do bebê.
FOTO 4
Pensando nessas dificuldades, que atingem um percentual alto de mães e bebês, já existe em Recife uma consultoria domiciliar em aleitamento materno que dará suporte as recém mamães e aos recém nascidos com o intuito de favorecer o sucesso do aleitamento materno.
O principal objetivo das visitas domiciliares é dar dicas para aliviar os problemas da amamentação como dor, mamas ingurgitadas (empedradas), pouco leite, fissura mamilar (rachaduras), ordenha mamária, mamoplastias (redução/prótese de silicone), a volta ao trabalho e os cuidados de uma forma geral, tudo isso no conforto do seu lar evitando que precocemente haja um desestímulo ao manejo da lactação.
FOTO 5FOTO 4.1
Todo esse esforço envolvido é para propiciar a mulher e ao bebê um momento íntimo e prazeroso que jamais será esquecido em suas vidas.”
FOTO 6
Para mais informações entrar em contato com: Marcela Natal
Enfermeira Especialista em Saúde da Mulher
COREN-PE 153507
Contatos: 94222941 e 99650011
clip_image002
E então, gostaram da dica? Na sua cidade também deve ter algumas “Marcelas” a sua disposição pra acudir num primeiro momento e lhe deixar segura pra continuar a amamentar sem medos! Smiley piscando