Mãetamorfose em Palavras

Causos & Casos da Miúda: A Vacina

27 out de 2016 comentários

ncf_2878

Quando bebês tomar vacina é mais dolorido na mãe no que no filho. Aquele serzinho minusculo levando um furo é pra quebrar qualquer coração. Não é, não? Quando os filhos vão crescendo e entendendo, a gente começa a montar estrategias pra leva-los sem tanto alarde. Entra em ação uma mãe mais planejada e menos emocional, oferecendo recompensas, muitas vezes, para quando a dor passar. Deixamos de ter pena? Não. Ela continua lá, só que não é o foco da situação. O desgaste com o estresse deles vira a grande “atração”.

Todas as táticas já foram utilizadas. A Miúda já se vacinou sem perceber que ia. Ela já tomou em casa, e a família toda tomou junto, mas mesmo assim ela chorou bem muito. Só que dessa última vez, apenas falei: vamos pra Betinha. Ela não se ligou que Betinha era A Betinha da vacina. Até chegar lá, tudo bem. A Irmã e prima se vacinaram primeiro e quando chegou sua vez… Ah, minha gente, pareceu quase uma cena do “exorcista”. JURO! Ela se debateu, esmurrou a maca e falou coisas do tipo: Eu vou bateeeer em você! Não me TOQUE! SUA MALVADA! Eu não gosto de você. Se contorcia, ia escorregando por entre meus braços, um escândalo agressivo com olhares revirados.

Tive que segurar na MARRA.

Betinha maravilhosa como sempre, pediu desculpas a ela antes da furada e foi rápida. Ainda mais rápida que o habitual. Terminou a vacina, a Miúda nos entre olhou devolvendo um olhar do rude ao DOCE. Tipo de 0 a 100 em um segundo. Me abraçou. Se desculpou e foi brincar com a prima lá fora… como se não tivesse acontecido nada. Melhor resolvida do que eu.

Eu? Fiquei atônita, após o ocorrido. Ela que já tomou vacina dando gargalhas, acreditem, me pegou de supetão com essa reação. Esse é o típico momento na maternidade que com o tempo muitas vezes não melhora, quanto maior a criança pode ser mais “traumático” o babado. Eu que sempre disse que a Miúda era a melhor paciente do mundo, nunca tinha dado escândalo como esse pra levar algum furo, Reaprendi a ficar Calada. Tem coisa que está aqui pra provar/provocar a mãe do tipo amostrada! Melhor não se vangloriar. E fazer o seu com seu filho toda camuflada.

Foto: Nathalia Carvalho