Mãetamorfose Indica

Livros Infantis Para Tratar de Assuntos Delicados

21 out de 2014 comentários
O Porquê de utilizar livros infantis para tratar assuntos “mais delicados”?
Porque eles dão um norte na conversa. Muitas vezes a gente fica confusa, até mesmo de como iniciar uma conversa com nossos filhos em se tratando de algo que possa mexer bastante com a cabecinha deles, ou até mesmo, com sua emoção.
Se podemos contar com o nosso amigo livro para abordar assunto como a chegada de um novo irmão, ou  um tema como sexualidade (pra mim um dos mais difíceis), melhor.
O livro nos ajuda a dar uma explicação lúdica, e até mesmo adequada pra idade da criança. Eu, particularmente, fico bem confusa até onde posso ir. Até que ponto do assunto eu posso “assumir” e mostrar. Imaginando o que ela pode já saber, ou não.
O livro orienta os pais como usar uma melhor linguagem pros pequenos entenderem. Com o primeiro filho, então, eu acho uma santa ajuda.
Não tenham “vergonha” de recorrer a um livro pra explicar alguma coisa pros seus filhos. A gente trava mesmo!
Agora, é só escolher um Bom Livro pra isso.
E Boa leitura  em conjunto!
Dicas de livros pela Psicoterapeuta Dra. Amanda Pessoa de Melo: 
Vou ganhar um irmãozinho! Menino ou menina? De Mymi Doinet, Ed. Girassol.
O Que é Que Eu Faço, Afonso? De Sônia Barros, Ed. Atual.Quero ser meu irmãzinho. De Saruê, Ed. Melhoramentos
Quero ser meu irmãzinho. De Sandra Saruê, Ed. Melhoramentos.
Um novo bebê está chegando. De Emily Menendez-Aponte, Ed. Terapia Infante
Mamãe como eu Nasci? De Marcos Ribeiro, Ed. Salamandra
Sexo não é Bicho-Papão.De Marcos Ribeiro, Ed. Zit Editora
De onde Viemos?De Peter Mayle e Arthur Robins, Ed. Zastras
As Crianças querem saber… E agora? de Moacir Costa, Maria das Graças  F. Augusto, Sandra M. Paladino, Ed. Casa do Psicologo.
Nosso instagram: @maetamorfose
Instagram da Dra. Amanda: @AmandaPsicologa_