Mãetamorfose em Palavras

Mãe de Duas: A Importância de Individualizar a Atenção Dos Filhos

2 set de 2014 comentários
Nesse último domingo postei no instagram (sempre ele. hehehehe… segue lá:  @maetamorfose) esta foto ai de cima. Contextualizei falando assim:
Quando a Miúda capota cedo, a gente aproveita pra ficar assim: grudada. Difícil admitir, mas com idades tão distantes, fica pior conciliar todas as vontades dos filhos. Não que a gente NÃO tenha a mesma dificuldade com os filhos da mesma idade ou faixa etária. É que dá uma “boa piorada” quando a diferença de idade entre elas se alonga… Ou até mesmo a diferença entre os sexos existe. Um Menino e Uma Menina. Isso também é um fator de “divisão”. Enquanto um quer arriscar golpes certeiros com a espada, a outra quer arrasar na make da Barbie… (estereotipando mesmo!)
 A Princesa tem raros momentos só dela. Já a Miúda não. De 15 em 15 dias, é certo dela ter um final de semana com todas as atenções. São os finais de semana que a Princesa está na casa do Pai. Já Sophia (a Princesa) divide tudo isso com a presença da irmã mais nova. Sempre. Se a gente não der uma fugidinha só nossa, pra fazer uma programação de “big girls”, a gente não consegue se curtir com “propriedade” por horas afio, sabe? Sem interrupções.
Por isso minha sugestão para os papais que tem a situação parecida é: divida seu tempo entre os filhos. Momentos com todos juntos, e momentos com cada um. É essencial organizar uma programação “individualizada” meeeeesmo. Para poder curtir cada um com suas vontades, prestar atenção em seus filhos individualmente, criar um vínculo pessoal com cada um. Dar a atenção que cada um merece.
Se você acha que não conseguiu fazer assim até hoje, aproveite essa nova oportunidade, em cada amanhecer, de fazer diferente.
Vi no mesmo instagram comentários de pais que já fazem esses programinhas com cada um dos filhos em momentos diferentes. Estabeleceram um dia, uma tarde que seja, com cada um na semana, na quinzena, ou no mês. Essas preciosas horinhas são dedicadas a um deles para fazer o que eles quiserem. Cada um escolhe a forma que quer “gastar” o tempo com seus pais. Intitulando até esses encontrinhos com os filhos: “Almocinho surpresa”, “Tarde Delicia”, “Passeio do Filho”… Eu achei GENIAL. E vou colocar em prática pra já. E vocês? Também ficaram com vontade de dividir sabiamente as suas agendas? 🙂