Dica do especialista

O que acontece com os cabelos na gravidez e pós parto

27 out de 2016 comentários

image1-5

Hoje, vamos inaugurar no blog uma sessão chamada Dica de Especialista onde convidamos profissionais parceiros, como pediatras, nutrólogos, pedagogos entre outros, para explicar alguns temas mais recorrentes na maternidade.

Vamos estrear a Dica de Especialista com a querida dermatologista Paula Monteiro que falará um pouco mais sobre a saúde dos cabelos na gravidez e no pós parto.

“Durante a gestação, frequentemente os cabelos das grávidas crescem mais rapidamente e ficam mais volumosos e brilhantes. No entanto, após o nascimento do bebê é comum as mães perceberem queda dos fios. Esta queda pós parto, na grande maioria das vezes, é temporária e esses cabelos são recuperados após certo período de queda.

Como podemos explicar o maravilhoso efeito nos cabelos durante a gestação?
Ele ocorre por conta das alterações hormonais e do aumento do metabolismo que são comuns durante a gravidez.

Explicando melhor: O ciclo dos cabelos é dividido em 03 fases, fase anágena (fase de crescimento dos fios), catágena (transição) e a fase telógena (fase que ocorre a queda dos fios). O normal é termos em torno de 85 a 90% dos fios na fase anágena e cerca de 10% nas fases catágena e telógena. No cabelo saudável, há um equilíbrio natural entre o cabelo anágeno que cresce e o telógeno que cai e cercam de 100 a 120 fios se desprendem por dia.

Durante a GESTAÇÃO, devido ao aumento do hormônio estrogênio, ocorre um aumento do percentual de folículos na fase de crescimento e diminuição do percentual na fase em que os cabelos se desprendem e caem. Logo, o cabelo crescendo mais rápido e caindo menos, o volume aumenta. Já o fato dos fios ficarem mais brilhantes também se deve à ação do hormônio estrogênio pois este age sobre as glândulas sebáceas, aumentando a oleosidade dos fios.

Já no período PÓS PARTO, em cerca de 50% das mães, acontece o contrário: aumento do percentual de folículos na fase de desprendimento (fase telógena), gerando portanto aumento da queda dos cabelos (eflúvio telógeno pós parto).

Porém para tranquilizar as mães, explicamos a natureza temporária e reversível da queda. Geralmente ela se inicia 03 meses após o parto e pode durar, sem tratamento, até 12 a 18 meses, ocorrendo depois retorno do crescimento dos fios.

Sempre é bom procurar auxílio de um médico dermatologista pois ele examinará seu couro cabeludo, exames serão solicitados, outras causas serão investigadas e excluídas e, por fim, sendo apenas um eflúvio pós parto o tratamento é instituído para encurtar o tempo de queda e acelerar a volta do crescimento dos fios.”

Na gestação de Helena aconteceu exatamente assim, eu era a Diva dos cabelos na gravidez e mais ou menos 3 meses depois do nascimento eu tinha a certeza que ficaria CA RE CA. Tufos e tufos de cabelos se acumulavam a cada escovada e a casa tinha fios vermelhos por todo canto. Quando eu já havia perdido a esperança a queda cessou, e agora só restou aquela franjinha de cabelo novo de herança 😀 Mas jajá cresce, a gente esquece e tá preparada pra outra (o) não é?

Texto por: Dra. Paula Monteiro Bushatsky de Alencar
Médica dermatologista membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia
Clínica Dermatológica Luciana Lócio tel: (81) 3465-3543 / (81) 99641-3571
Instagram: @PaulaMonteirodermato